quarta-feira, 25 de junho de 2008

Dá que Pensar!!!!

video

Talvez assim seja possivel fazermos uma analise sincera e profunda, da forma como vemos e vivemos as nossas vidas.

terça-feira, 24 de junho de 2008

Quero um alarme assim

video

Qual alarme qual quê!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Nós precisamos é de cães como este!!

O poder dos telemoveis

http://sorisomail.com/email/1963/como-fazer-pipocas-com-telemoveis.html

Bem so posso dizer que com o meu telemovel sempre a tocar como está, ora é mensagem ora é chamada, eu fazia um tacho de pipocas num instante, rsrsrs.

segunda-feira, 23 de junho de 2008

S. João


BOM S. JOÃO PARA TODOS
Muita Martelada
Muita Sardinhada
Muita Diversão

domingo, 22 de junho de 2008

O sexo na vida dos casais

Sei que não tenho muitos, mas ao longo dos anos, tenho conhecido varias pessoas desde solteiras, a casais de namorados, a pessoas casadas há varios anos, outras nem tantos, umas com filhos ,outras que ainda não os têm enfim de tudo um pouco. Certo é que para todos nós o sexo é algo que faz parte da relação.


Já ouvi desabafos de todos os géneros, tipo:


Eu quero e ele/a não!


Eu quero, mas ela tá sempre com dores de cabeça!


Ela/e é um furacão, não tenho pedal para ela/e!


Ando cansada/o e não tenho vontade!


Os meus filhos ocupam o meu tempo todo e quando chego á cama só quero dormir!


O sexo não é tudo!


A chama já não é a mesma!


Isso do sexo vigoroso e diario é só no inicio da relação!


Ele/a não me satisfaz!


Ando com tanto stress que nem me lembro disso!


Enfim de tudo mesmo, certo é que o sexo é realmente a meu ver a chave da relação, a meu ver quando o sexo começa a deixar de funcionar como no inicio da relação é porque algo está a mudar, algo não está bem, por isso aceito e não recrimino, quem passa por alguma crise na relação, que afecte de alguma forma a relação sexual e tenta dar a volta por cima. Que não deixa a chama apagar e a relação cair na rotina.


Cada vez mais o sexo é tema abordado com naturalidade, fala-se de sexo nas saídas com amigos, com os pais, até mesmo na escola já é falado até como disciplina escolar. Mas ontem fui realmente apanhada de surpresa.

Não é que o tema me fosse desconhecido, mas a forma como foi abordado, deixou-me realmente boquiaberta.



Estava eu no meio de um convívio, com uns amigos e uns desconhecidos, mas que conheciam os meus amigos, quando um casal " desconhecido", resolve assumir sem me conhecer de lado nenhum que são Swinguers, como disse anteriormente o tema não é novo para mim, o que foi novo para mim, foi conhecer um casal que o pratique, ou pelo menos um casal que assuma que o pratica, porque muito provavelmente conheço vários casais que o fazem, mas dado a nossa sociedade ainda não ver com bons olhos essa pratica, não é fácil para quem o faz assumi-lo.

Bem eu senti-me mal porque percebi imediatamente, que toda a gente já sabia menos eu e a única que ficou com cara de parva, fui mesmo eu.

Como sou uma "lateira" e curiosa, não me contive e já que partilharam aquele momento com tanta naturalidade, achei que não faria mal, colocar umas questõezitas.

Então aqui vão as questões que coloquei e as respostas que me foram dadas.Realço que o filho( de mais ou menos 18 anos) deste casal estava presente, quando surgiu a conversa e o "debate" sobre o tema.


Há quantos anos estão casados?


Há 12.


Porquê que que resolveram começar a praticar Swing?


(Resposta da esposa) Porque o nosso casamento estava a cair na rotina, amo o meu marido e achei que ele não estava feliz. Para não ser traída resolvi que era melhor partilhar e experimentar novas experiências. Desta forma não é traição mas sim partilha.


Como é que conseguem ver a pessoa que amam a beijar, acariciar e fazer amor com outra/o?


Conseguimos porque nos amamos e fazemos tudo em conjunto, depois esse casal vai embora e ficamos nós ali, felizes, juntos, preenchidos.


Como é que o vosso filho vê isso?


Ai é normal, nós dissemos-lhe, não só a ele como á restante família e amigos e todos aceitaram bem.


No fim do meu "inquérito" o marido resolve partilhar uma dessas experiências.


"Um certo dia convidamos para jantar um casal amigo, a minha mulher estava com dores de estômago, eu estava na sala com a mulher desse amigo, quando ela se começa a fazer a mim, quando a minha mulher aparece na sala, já eu e a mulher do meu amigo estávamos enrolados. A minha mulher disse divirtam-se que eu vou-me deitar que estou mal disposta. Naquele dia estava mal disposta e não alinhou o meu amigo também entrou na "brincadeira" depois foram embora e eu fui para a cama dormir com a minha mulher."


Bem poderão imaginar a minha cara de parva!!!!!


Até eu que me considero uma mente aberta, achei demais, não me via a fazer tal, muito menos assumir tal perante a minha filha. Não condeno, afinal foi a forma que este casal encontrou para salvar o casamento, apenas achei demais.

Provavelmente estou rodeada de casais como este, mas simplesmente não o sei.

Sinceramente acho que nunca seria capaz de conceber semelhante, afinal se amamos como é que conseguimos partilhar o que é nosso.


Bem acho que estamos sempre a aprender, achei que já tinha visto e ouvido de tudo um pouco, chego á conclusão que sou uma " atadinha" que não sabe nada de nada. Ou então sou demasiado convencional, Sexo sim mas só comigo. Novas experiências sim mas são para as ter comigo.

E tu como vês esta forma de estar na vida, esta opção para salvar um casamento.


Seria melhor o divorcio?


Um dia ouvi esta frase e discordei totalmente:


Antes comer Filé Mignon acompanhada que bife sozinha!!!!

E tu que achas, preferes saber que te trai mas não te deixa, ou pelo contrario separares-te mas partilhar é que não!!!


Bjs para todos.



quarta-feira, 18 de junho de 2008

Feriasssssssssssssssss

Ai não posso acreditar que já só faltam dois dias para entrar de ferias.
Sinto-me tão cansada, que já não tenho paciência, já não consigo conter as minhas emoções.

Hoje vivi uma situação no mínimo estranha.


Logo ás 9h da manhã tive uma reunião num cliente que tem muito peso para mim, dada a facturação do mesmo, por isso como é óbvio faço de tudo para que tudo corra bem, porque perder esse cliente representava um grande prejuízo para mim e para a minha empresa porque não tinha onde recuperar os números se lhe deixasse de vender. Esse cliente tem essa noção, por isso não vai com grandes modestias para atirar isso mesmo á cara.

Hoje não aguentei tanta presunção e tive uma discussão enorme com ele, porque não consegui tolerar a prepotência do cliente, de achar que se aos outros dou 20% a ele tenho de dar 50%, as coisas não funcionam assim. Fiquei tão irritada, que acabei por abandonar a reunião extremamente enervada e alterada. Ao ponto de a caminho de mais um cliente e de mais uma reunião, em mais um importante cliente, ligar ao meu director para o por ocorrente da discussão que tinha tido minutos antes, não me contive e desatei a chorar sufocada ao telemóvel com o meu director, percebi que ele conhecendo-me como me conhece, ficou bastante apreensivo e preocupado, porque ele sabe que eu não sou assim, tentou de todas as maneiras acalmar-me, usando argumentos engraçados como por ex: "Calma Filipa, então você com vinte e tal anos já fica assim!!! Calma eles não merecem isso, olhe lá para mim que estou bem pior..." e lá invocou os clientes dele que lhe têm dado dores de cabeça...lol


Bem agora já consigo rir da situação, já acalmei, mas o certo é que tenho plena consciência que estou no meu limite no meu estado normal dizia simplesmente que não ao cliente e ficava por isso mesmo mas acho que neste momento estou tão cansada, que se me dissessem que só podia gozar ferias daqui a 15 dias, eu entrava em tal pânico, que só o Conde Ferreira para me recuperar...rsrsrs


Este ano não quero saber de clientes a ligar, de horários para levantar para deitar, de horários para as refeições, não quero saber de nada, quem cá ficar que resolva, eu vou mesmo desligar, sinto que preciso mesmo disso, já não gozo ferias faz em Agosto um ano, por isso não vou perdoar e vou goza-las ao máximo.



Bjs para quem fica, bjs para quem já gozou as suas e mais uns bjs para quem já as está a gozar.



segunda-feira, 16 de junho de 2008

Queria Ser Padre

Hoje venho falar do Jorge Pessoa.


O Jorge tal como todos nós, desde novo traçou projectos, para aquilo que ele considerava que era a sua vocação, aquilo que ele prepectivava que ia ser o melhor para ele, a melhor escolha para ser uma pessoa realizada, feliz e com isso poder ajudar os outros para que também o fossem.


O Jorge tinha um objectivo muito diferente daquele que é por norma o que idealizamos para nós.


Aquilo que por norma idealizamos é, especializarmos-nos e trabalharmos numa área que nos dê prazer, que nos garanta o nosso sustento, é encontrar a nossa cara metade, com ela casar, ter filhos, vê-los crescer, vê-los também a eles terem os seus filhotes e envelhecer junto da nossa cara metade e a ser acarinhado nessa altura pelos filhos e pelos netos.


Bem isto é aquilo que acho que mais ou menos todos queremos para nós, para o nosso futuro.




Mas não era isto que o Jorge queria, ele não sonhava com nada disto.




O Jorge queria ser Padre.



Neste momento, imagino que já estarão a questionar-se no porquê deste sonho dele:

Seria o Jorge gay?

Seria o Jorge um solitário?

Teria o Jorge sido criado, num meio onde a religião é permanente e obrigatória?

O que o terá levado a fazer tal escolha?



É muito simples, o Jorge acreditava que conseguia ser mais que o Homem das Penitencias, que podia ser o Amigo, o Conselheiro o Ouvinte.



Mas como a vida dá muitas voltas, o Jorge acabou por deixar para trás o sonho que outrora era o seu projecto de vida, percebeu que se calhar podia ser tudo isto mas como qualquer outro Homem.


O Jorge casou, tem dois filhotes, é um excelente jornalista, é um escritor de fazer inveja, mas acima de tudo é o que sempre quis ser............ Bom Amigo......Bom Ouvinte...........Um Excelente Conselheiro.



Eu já fui ouvida e aconselhada pelo Jorge, abençoado sejas tu que me ouviste, que me aconselhaste. Obrigada por isso Jorge.



Perdeu-se provavelmente um Grande Padre.

Ganhou-se sem duvida alguma um Grande Homem.



Beijo Grande Jorge, continua assim.

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Frase de uma vida

Hoje em visita ao blog do FM, á procura de mais um capitulo De A Lágrima do Oriente (uma historia que tenho acompanhado capitulo a capitulo e me tem apaixonado) encontrei uma frase que me fez pensar.



"Toda uma Vida na Lágrima de um sorriso"


Esta é sem duvida uma pequena frase que

diz tanto de uma forma tão simples, que não podia deixar de a comentar. A sabedoria e grandeza desta frase é simplesmente brutal.



É sem duvida alguma uma descrição perfeita da minha forma de ser e de estar na vida.

Quantas vezes ri-o para esconder uma lágrima e por vezes essas lágrimas são de muita dor.





Quantas vezes chorei a rir.

Quantas vezes os meus olhos se encheram de lágrimas, mas de tudo fiz para não derramar nem uma delas.

Quantas vezes terei feito alguém chorar.



Pois é as lágrimas sempre me acompanharam, para me proteger, não deixo que qualquer pessoa as veja, apenas partilho as lágrimas de alegria, mas alguém me disse que nunca devemos deixar de chorar, porque chorar lava a alma e é algo que devemos fazer regularmente, de preferência lágrimas de alegria, mas se forem de tristeza, não as guardes, deixa-as correr, sozinha ou acompanhada, mas lava a alma, porque nada acontece por acaso, porque ninguém passa pela tua vida por acaso e quem hoje te fez chorar de tristeza provavelmente amanhã te fará rir de alegria.



Bjs Bom St António para quem o gozar claro está.

quarta-feira, 11 de junho de 2008

Parabéns Pedro

Pois é andamos em fase de aniversários.


Hoje venho dar os parabéns ao Pedro.


Uma "figura" idêntica a um dos elementos dos gatos fedorentos.


Um Amigo recente, mas que tenho vindo a conhecer e apesar de ele estar sempre na brincadeira (a imitar os gatos fedorentos e os personagens das manhãs da radio comercial) quem o vai conhecendo melhor, percebe que ele é extremamente sensível e humano.


Não posso condenar a forma de estar e viver dele, porque eu sou exactamente igual, também eu prefiro rir, para não deixar transparecer para os outros as minhas fraquezas e maus momentos, afinal ninguém tem nada a ver com isso e também ninguém me pode resolver os problemas.
Mas se alguém quer boa disposição então é só estar meia horinha com ele para rapidamente aquele que foi supostamente um mau dia, passar a ser o melhor dos dias, isso até voltar a estar com ele novamente.

Sei que de cada vez que faço um comentário, homenagem, ou dou os Parabéns a alguém, não me canso de elogiar essas pessoas. Mas isso tem explicação, é que de cada vez que faço o tal comentário, homenagem ou dou os Parabéns a alguém neste meu espaço, que é para mim como um diário, é porque esse alguém realmente o merece, é porque acredito realmente nessa pessoa, ao ponto de querer partilhar com vocês a minha opinião e convivo com cada um deles.


É o teu caso Pedro, conheço-te á sensivelmente um ano e inicialmente eras para mim, aquela pessoa super engraçada que me fazia rir no fim de um dia de trabalho. Agora és mais que isso.


Tiveste muita dignidade com uma atitude que tiveste á mais ou menos 3 meses. Quando ouviste falar algo sobre mim, sobre a minha vida e não embrenhaste pelos ouvidos, vieste ter directamente comigo e perguntaste-me em vez de andares a falar nas minhas costas, isso para mim teve muito valor e sem duvida que registei essa tua atitude e com isso subiste pontos na minha consideração.

Estou muito contente por te ter conhecido, lamento é que não chegues a horas para votares em mim, quando é preciso, mas pronto não se pode ter tudo...rsrsrsrsrs

Pedro, apesar de estar longe, como vez não me esqueci de ti, já te liguei hoje a dar os parabéns, mas como é óbvio tinha que deixar aqui este registo.


Desejo-te um dia muito feliz, com tudo de bom, junto das pessoas que mais gostas (Já tiveste um bom momento...Portugal Ganhou...hehhehe) e 6ª feira lá estarei para a jantarada.


Bj grande diverte-te.

domingo, 8 de junho de 2008

Arraial de St Antonio






















Este fim de semana, deu para tudo menos para descansar, mas deu para me divertir muito.

A filhota da minha Amiga Andrea, tinha uma festa...Um arraial de St António...as verbas arrecadadas com a alimentação servida, as lembranças, manjericos, etc, revertiam a favor dos escuteiros a que ela pertence.

Então lá fomos nós ao arraial.... Bem mais uma vez, nós lançamos os foguetes, batemos palmas, dançamos ai e a melhor parte... Comemos muito bem, aquelas papas de sarrabulho, aquelas sardinhas...ai e as sobremesas, simplesmente soberbas, o que vale é que não há arraial todos os dias porque era caminho certo para a colocação da banda gástrica...hehehe.
Sem duvida que aquilo mais parecia o bailo dos bombeiros a um arraial, mas o que vale é a companhia, depois nós cá estamos para fazer a festarola.


Bem como nós temos alguma dificuldade em nos cansarmos então toca a combinar uma ida até á praia e lá fomos nós.

No dia seguinte lá estávamos nós, entramos em pânico, estava muito vento e começamos a achar que ia ser um dia de praia horrível. bem para não se perder tudo, começamos mais uma vez a animar o ambiente (estava tudo muito sossegado na praia e nós quisemos dar alguma animação). Bem o Nuno já não nos podia ouvir, pensava ele que ia ter um serão de praia sossegado e nós trocamos-lhe as voltas, não lhe demos sossego...lol

Quando derrepente o vento pára e se põe um dia de praia simplesmente fantástico, acabei por adormecer ao sol, só acordei quando fui atingida num pé por uma bola de futebol, soube mesmo muito bem aquele "ronquito".

Mais um fim de semana muito bem passado, com uma companhia super agradável, venha o próximo, que com toda a certeza será também digno de alguma publicação minha.



Beijos e continuação de um bom domingo para todos e façam por se divertir.

Semi Final do Concurso


Foi esta 6ª feira a semi final do concurso de Karaoke, onde como já vos tinha dito antes num post que publiquei estou a participar.


Não posso dizer que estava nervosa, talvez por ter sido convocada em cima da hora, isso me tenha ajudado a não sofrer por antecipação e por isso fui calma e bem disposta para o concurso.

Nervosa fiquei quando começou o sorteio e fico a saber que dos 10 concorrentes eu seria logo a 1ª a cantar. Bem mas talvez até tenha sido melhor assim.


Sim passei ás meias finais, se é isso que se estão a questionar e sem duvida que fiquei muito feliz.


Não posso deixar de agradecer ás pessoas que me apoiaram e votaram em mim. Obrigada foram uns queridos.


Agora o recado.....lol... Sim Pedro Moura é para ti lol

Pois é o Pedro, ficou de estar ás 22h30 no Vice versa para me apoiar e dar o seu voto. Chegou ás 23h... Gostei do argumento.

"Filipa fui jantar uma sardinhada, mas mal vi as horas arranquei a 300Kmh, atropelei 3 gajos pelo caminho, mas estou aqui."

Ao que eu respondi:

"Sim Pedro, mas agora já não posso contar com o teu voto, porque tinhas de estar cá desde o inicio do concurso!!!"

Ao que ele me responde:

"Ai é....então e achas que deva ir embora, para ver se ainda consigo socorrer os gajos que atropelei????????"

Bem só ele...é mesmo louco...lol

Claro que ficou e até me surpreendeu quando decidiu ir cantar e deu grande espectáculo, com o tema....It´s my live dos Bon Jovi...Grande á vontade em palco....tanto que quase caiu do palco abaixo, com a sua coreografia, improvisada....Deu para rir toda a noite.

O certo é que foi mais uma vez um serão muito bem passado.

Aproveito também para dar os meus parabéns ao Nuno e ao André que também passaram ás meias finais.

Aos que ficaram pelo caminho, os meus parabéns também, porque sem duvida que estivemos todos bem, sem duvida que também mereciam passar, mas as regras não o permitem.

Boa noite a todos e bom fim de semana.

sexta-feira, 6 de junho de 2008

Parabéns Nuno


É um "rapaz" ( mais velho que eu mas está bem lol) super bem disposto, já somos amigos á sensivelmente 5 anos e posso dizer que nunca vi este "rapaz" mal disposto.


É simplesmente incrível, a capacidade que tem, de conseguir contagiar quem quer que seja com a sua boa disposição e alegria.





Já me disseram que foi pelo facto de sempre ter jogado futebol, que adquiriu uma forma de falar e de se exprimir que é de bradar aos céus.





O Nuno consegue usar cada palavrão "calão" em parceria com as expressões tão cómicas dele, que no fim de o ouvirmos ainda ficamos a tentar perceber se nos estamos a rir do que ele disse ou se da forma que ele disse.
Não há um único momento que esteja com ele, que sinta que derrepente ficamos sem tema de conversa, ele tem sempre qualquer coisa nova para dizer, alguma "asneira" alguma historia nova, alguma piada, algum episódio do futebol, bem enfim nunca lhe falta a palavra.



Hoje ele festeja mais um aniversario, faz hoje 33 aninhos, tive o prazer de partilhar este dia com ele, num almoço em S. Mamede do Coronado, que diga-se que não conhecia o restaurante e é sem duvida bastante agradável.



Mais um almoço, super animado, porque sem duvida que ele não precisa de fazer anos para animar os almoços.



Para ti Nuno, um beijo muito grande e para o próximo ano estarei com toda a certeza a dar-te mais um beijinho de Parabéns, até lá vamos continuando os nossos almoços mesmo sem motivo aparente de festejo, porque são indiscutivelmente serões muito bem passados.



Bjão Nuno e mais uma vez Parabéns.

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Dias passados no Gerês

Quando publiquei o meu ultimo post sobre ferias, recebi um comentário do Jorge, que me trouxe grandes recordações.

Recordações muito boas de excelentes momentos que passei no Gerês.

Momentos de descontracção, momentos de pura diversão, momentos de descobertas.

Pois é...hahahaha... já estou a rir só de me lembrar.


Um dia resolvi passar mais um fim de semana no Gerês, sim porque vivi um período da minha vida, em que o meu destino (de ferias ou de descanso nem que fosse só durante o fim de semana) de eleição era o Gerês... Então resolvi fazer algo novo, algo que nunca tinha experimentado fazer, mas que ansiava por fazer.

Pois é resolvi andar de cavalo, que aventura. Vocês nem imaginam o quanto me estou a rir ao escrever este post, são realmente lembranças que adoro reviver.
Bem lá fomos nós andar de cavalo, apesar da minha vontade de andar, tive receio, porque eu com este, pouco mais de metro e meio de altura( o que me vai safando é o tacão alto lol), quando chego perto do cavalo tão grande, entrei em pânico. Pedi então um cavalo manso que não me derrubasse desse por onde desse.

Bem posso-vos dizer que nunca pensei que fosse a animação que foi. O grupo que nos acompanhou não podia ser melhor. O percurso que era suposto ser de meia hora, demorou uma hora, acontecia tudo o que ninguém pode imaginar, desde um dos elementos do nosso grupo, que quis mostrar ao guia que sabia montar muito bem, desaparecer serra acima e foi conhecer a serra toda, pelos percursos que bem lhe apeteceu montado no seu cavalo, desde um cavalo enfurecido que quase caiu por uma ribanceira abaixo, com o cavaleiro em cima, enfim podia contar aqui um cem numero de percalços que aconteceram, mas que a mim me conseguiram fazer rir durante toda esta jornada.

O certo é que quando saí do cavalo, só dizia " Amanhã estamos cá outra vez"... Meus amigos, nunca mais voltei a andar de cavalo...ninguém me tinha falado nos efeitos secundários...hehehehe

Quando cheguei ao quarto do hotel, fui tomar um bom banho, para tirar o cheiro a cavalo, que parecia que se tinha entranhado por todo o lado. Posso dizer que já não consegui sair sozinha da banheira...Pois é, fiquei com um andar novo durante dois dias....hehehehe


Não consigo pensar em repetir a experiência, porque de cada vez que me lembro dos efeitos secundários, perco toda a vontade...hahaha


E Tu já andaste de cavalo?



Sofreste do mesmo mal, tiveste também tu efeitos secundários?


E sequelas?

rsrsrsrsrsrsrs sim ainda estou a rir.

Bjs para todos.



terça-feira, 3 de junho de 2008

Ferias


Aproxima-se o período de ferias para quase todos nós... o meu está mesmo a chegar, anseio por elas, sinto que preciso mesmo destas ferias, sinto falta do descanso, sinto necessidade de não estar sempre a olhar para o relógio, sinto necessidade de dormir, sinto que preciso de tempo para mim, para fazer o que mais gosto. De ir para a praia, de andar de havaianas, de sair á noite durante a semana, ver filmes até tarde sem a preocupação de " Ai vai ser bonito amanhã para levantar ", enfim tudo o que por norma fazemos nas ferias.

Este ano ainda não planeei se vou para fora ou não, não tenho qualquer destino em mente.

Adoro viajar, sempre que posso tiro uma semana e vou até um destino qualquer, desde que tenha praia alinho em qualquer destino.



Adoro conhecer novas culturas, gastronomia, gosto da noite de países com climas quentes e claro gosto de conhecer boas praias.


Não sei muito bem porquê, mas a única coisa que nem nas ferias dispenso é mesmo o computador.

E tu qual é o teu destino de ferias favorito, aquele onde não hesitavas em voltar?


Quais foram as ferias que mais te marcaram?




domingo, 1 de junho de 2008

Uma Amizade desde a Adolescencia

Tínhamos sensivelmente 12 anos quando nos conhecemos. A empatia foi imediata.

Conhecemos-nos na escola, na famosa Carolina Michaelis, neste tempo ainda não se usava o tlm, hehehe, depressa a amizade ultrapassou os limites da escola e se tornou uma amizade alargada á família.

A nossa cumplicidade era brutal, parecia que estávamos sempre em sintonia e estávamos mesmo.

Nunca nos traímos, nunca nos chateamos, se por algum acaso não concordávamos com alguma coisa, discutíamos o assunto logo na hora e na hora ele ficava resolvido.

Vivemos momentos simplesmente espectaculares. As nossas clandestinas saídas á noite, sim clandestinas porque a mãe da Andrea pensava que íamos dormir e nós realmente dizia-mos que íamos, mas como podíamos contar com a cumplicidade do irmão Paulinho, que nesta altura já era maior de idade, acabávamos por "fugir" de casa durante a noite e ir para na altura as super badaladas discotecas "Cais" em Matosinhos ou até o "Penha" na Boavista, esperávamos que a mãe da Andrea se fosse deitar, como o quarto dela era no piso superior e o da Andrea no inferior, dava para controlar a coisa, aí o Paulinho levava-nos onde queríamos ir e marcávamos uma hora e ele ia-nos buscar. Bem que loucura, o medo de sermos caças era brutal, mas a adrenalina acabava por falar mais alto e lá íamos nós..lol

Lá íamos nós curtir a nossa noite e curtimos realmente muito, lembro-me que de cada vez que alguém nos queria conhecer mas nós não lhe achávamos graça, se queriam saber o nosso nome nós dizíamos sempre que nos chamávamos Mariana, curiosamente hoje temos duas filhotas e ambas são Marianas.

Bem mas estas escapadelas tiveram fim. Pois foi, fomos caças pela mãe da Andrea. Um dia chegávamos nós a casa ás tantas da madrugada, pé ante pé, para não fazermos barulho, entramos no quarto e estava um bilhete em cima da cama (que ridículo nós até as almofadas a simular os nossos corpos na cama metíamos por baixo dos lençóis) que dizia que íamos ter uma conversa de manhã, quando olhamos para a porta do quarto lá estava ela a olhar para nós, quase a queimar-nos com o olhar, porque acreditem saíam labaredas daqueles olhos...lol... e disse-nos " Amanhã falamos". Bem ficamos brancas, sem palavras, achamos que tal cenário nunca iria acontecer. Bem no dia seguinte como podem imaginar foi um pé de vento. Levamos na cabeça o Paulinho também, bem foi muito mau. Mas como é óbvio continuamos com as nossas clandestinas saídas, hoje acho que a Dª Kina sempre soube que o continuávamos a fazer mas limitava- se a não dizer nada, talvez para não dar o braço a torcer, mas ela já nos conhecia e acho que só não queria era dar-nos o seu consentimento...lol

Bem nós éramos as miúdas da escola mais populares, que máximo, sempre com as nossas calças City Jeans, as All Star, bem tínhamos as calças e as sapatilhas de todas as cores, combinávamos sempre o que vestir no dia seguinte, íamos sempre de igual, só mudávamos as cores para não parecermos gémeas, agora se uma ia de City Jeans Verde a outra ía de City Jeans rosa, se uma ia de mini saia a outra também, coisas de miúdas vaidosas, mas que aquilo causava grande impacto perante os restantes alunos da escola lá isso causava. Até quando surgiu a moda dos gorros, nós fomos imediatamente comprar um, lembro-me que o meu era todo preto da Oneil, muito fashion hehehe.
Para perceberem bem a amizade sincera e bonita que sempre nos uniu, nós chegávamos ao ponto de mesmo estando todos os dias juntas, ainda enviar-mos cartas uma á outra e tínhamos sempre tema de conversa.

Bem mas a vida trocou-nos as voltas e um acabamos sem darmos bem por isso, por nos afastar, eu comecei a trabalhar e a ter novos amigos e namorados, ela continuou a estudar, engravidou, casou. Ainda assim, mesmo que mais espaçadamente mantivemos sempre o contacto.

De cada vez que nos reencontramos é lindo, porque não conseguimos de deixar de dar aquele abraço de dois minutos de levar as lágrimas aos olhos e voltar a recordar a nossa adolescência.

Ela é linda e espectacular, tenho muitas saudades daqueles tempos, éramos miúdas muito activas, mas ao mesmo tempo muito atinadas. Gostava que as nossas Marianas, um dia, ainda fossem grandes amigas tal como nós fomos, gostava que ambas pudessem confiar uma na outra para partilharem os segredos, como nós o fazíamos, porque nós contávamos tudo uma á outra, ainda hoje guardamos esses segredos.


Ontem voltamos a reencontrar-nos, mais um grande abraço, mais um grande serão as duas a relembrar as nossas grandes Aventuras.
Este contacto não quero perder nunca, pelo contrario, quero alimentá-lo e tentar ao máximo aproximar-nos, quero passar mais tempo com ela e quero que as nossa filhas convivam mais uma com a outra.
Ontem deixamos mais ou menos esse compromisso no ar, de nos ligarmos mais vezes de estarmos juntas mais vezes.
Vou fazer por isso, gerir mais e melhor o meu tempo para conseguir garantir que estes convívios vão ser mais regulares.
Ela sabe e eu também o sei que a nossa amizade é e sempre foi genuína, apenas os nossos percursos de vida, acabarem por nos afastar.
Mais uma vez ontem a nossa cumplicidade falou mais alto e lá voltamos nós a fazer das nossas, mas nós percebemos-nos e entendemos-nos bem.....lol

Adoro-te Andrea, vais estar sempre no meu coração, vais fazer sempre parte da minha vida.
Um beijo muito grande para ti e claro para a Dª Kina, para o Sr Gomes, para o Paulinho, para a Xavita e para a Vanessa.